Quinta-feira, 31 de Janeiro de 2013

Ontem não foi o dia dos génios, pese o excelente arranque de Cristiano Ronaldo, e assistência para o golo do Barcelona de Lionel Messi. O clássico de ontem iniciou-se com várias ausências. Do lado do Real a linha defensiva era a mais debilitada pelas baixas. Do lado do Barça o banco apresentava-se com a ausência do treinador principal, pelos motivos infelizmente conhecidos. O jogo foi disputado com muita velocidade, mas sem a qualidade habitual, marcada por vários passes errados que se justificaram pelo cariz extremamente táctico que assumiu ao nível do meio-campo. As oportunidades apareceram, mais para o lado dos de Barcelona, e em algumas ocasiões brilharam ambos os guarda-redes. A surpresa do encontro foi sem dúvida alguma Varane, o jovem central, não só pelo golo do empate mas principalmente pelo extraordinário trabalho defensivo, tendo sido um dos principais responsáveis pela neutralização de Messi e companhia. Resultado justo, que mantém a expectativa para um encontro de volta explosivo.


Rematado a:

rematado por António Simões às 22:45 | link do bitaite | bitaitar | ver bitaites (2) | favorito

Quarta-feira, 30 de Janeiro de 2013

Apesar de não perceber como é que alguém pode ter dúvidas, e preferências à parte, o jogo de logo à noite tem o impacto que tem devido a estes dois génios da bola. Para apimentar ainda mais um duelo Madrid-Barça que por si só já é motivo de entusiasmo, estes cavalheiros acharam por bem no passado fim de semana colocar a fasquia ao mais alto nível. De manhã, bem cedo, Cristiano Ronaldo fazia um Hattrick. De tarde, ao anoitecer, Lionel Messi apresentava um Poker. Com estes dados, logo espera-se de tudo, mas uma coisa é certa: na história do futebol nunca dois gigantes deste calibre conviveram temporalmente, e muito menos com os números que estes dois apresentam. O futebol e os adeptos agradecem.


Rematado a:

rematado por António Simões às 17:30 | link do bitaite | bitaitar | favorito

Terça-feira, 29 de Janeiro de 2013

Apesar de apenas ter assistido à segunda parte, deu para ver todos os golos do desafio, e para confirmar um dos motivos pelo qual o futebol é o desporto mais fantástico do mundo. Os 6 minutos de desconto foram frenéticos, e valeram pelo jogo todo. Vindo de um encontro da primeira mão com um empate, a Lazio atingiu os noventa minutos com um pé na final, ao vencer por 1-0 a Juventos. Os de Turim não se renderam, e conseguiram nesse tempo adicional um empate que lançava o jogo para o prolongamento. Com a final da Taça a disputar-se no seu estádio, a Lazio não cedeu terreno e volta a marcar. Com dois minutos ainda para jogar, a Juve ainda desperdiça duas oportunidades de golo, uma delas de baliza totalmente aberta, com um falhanço imperdoável de Marchisio. A fechar o encontro, um livre a favor da vecchia signora com direito a presença do guarda-redes e tudo, por pouco não deu no empate. Espera-se agora o adversário do encontro entre Roma e Inter. Claro está, que em caso de vitória da Roma, a final/derby entre as equipas da cidade eterna garantem o sal e a pimenta do futebol...


Rematado a:

rematado por António Simões às 22:05 | link do bitaite | bitaitar | ver bitaites (2) | favorito

Segunda-feira, 28 de Janeiro de 2013

Cair na redundância da superioridade do resultado para descrever o domínio Portista, seria um erro crasso, e uma omissão imperdoável do futebol que o Futebol Clube do Porto praticou. De todos os sectores da equipa, o destaque terá que inalienávelmente pertencer ao meio campo. Quando não teve a bola colocou sempre dois a três jogadores na recuperação, e com a bola nos pés a mesma circulou entre todos, e muito frequentemente com uma qualidade que só se vê numa outra equipa, que tal como o Porto é mundialmente conhecida. O resultado foi uma posse de bola avassaladora (75%), que se traduziu por meio de Danilo, de uma oferta, Defour (fantástico golo), Varela, e o melhor marcador do campeonato, Jackson (a finalizar um enorme passe de Seba), em 5 golos sem resposta. João Moutinho esteve impressionante, e só não marcou porque o guarda-redes gilista fez muito provavelmente uma das melhores defesas do campeonato até ao momento. Esta forma de jogar tem vindo a ser praticada, e hoje mostrou todos os sinais de uma enorme consolidação de processos, com perspectivas de melhoras num ou noutro ponto, nomeadamente em alguns passes errados. Arestas para serem limadas, a caminho da perfeição. Grande Porto.


Rematado a:

rematado por António Simões às 21:52 | link do bitaite | bitaitar | ver bitaites (2) | favorito

Quinta-feira, 24 de Janeiro de 2013

O Estádio de La Rosaleda preparava-se para receber a orquestra de Barcelona. Aos músicos blaugrana juntaram-se uns boquerones com vontade de fazer história, e o resultado foi uma ode ao futebol. Penso que é a melhor forma de resumir este encontro. Até ao 2-2 viu-se um jogo disputado, minimamente equilibrado, mas depois do terceiro golo do Barcelona veio a sinfonia do costume. O futebol de primeiro toque com a bola em constante circulação, executado com precisão matemática tornando quase impossível à equipa adversária recuperar o esférico. À festa não faltou o Mozart de serviço, que apesar da sua baixa estatura mostrou como se marca com força e colocado de cabeça, depois de um passe milimétrico de Dani Alves. O Barcelona teve que suar para chegar a este resultado, muito em parte devido a uma linha defensiva do Málaga irrepreensível. Demichelis, Wellington e Eliseu, entre outros, serão os obstáculos que Varela, James e Jackson terão que ultrapassar. No final resta agradecer às duas equipas pelos fantásticos 90 minutos de futebol. O adepto agradece, e já marcou na agenda a próxima meia-final... Real Madrid vs FC Barcelona.


Rematado a:

rematado por António Simões às 22:46 | link do bitaite | bitaitar | ver bitaites (4) | favorito

Quarta-feira, 23 de Janeiro de 2013

O Futebol Clube do Porto partia para terras de além Tejo com a missão de calar muitas bocas. O golo que muitos temiam surgiu cedo, depois de um penalti convertido pelo colombiano de serviço. Depois desse momento, a gestão do jogo fez-se com muita calma, e em alguns casos em doses excessivas como disso foram exemplo os dois lances da primeira parte em que Meyong apareceu isolado, ferozmente e firmemente controlado por um dos melhores jogadores dos azuis e brancos, Mangala. A posse de bola registava maioria azul, mas a tendência ofensiva parecia recair sobre os sadinos. Na segunda parte o jogo assentou, e pelo meio ainda deu para Helton fazer das suas. O melhor árbitro do mundo que não foi chamado para arbitrar o clássico esteve bem, ao assinalar o penalti sobre Varela (carregado por dois adversários em plena grande área), e nas expulsões foi correcto na primeira e talvez exagerado no caso da segunda. Tivesse ele orientado o jogo contra o Benfica, Matic e Maxi não teriam chegado ao fim do desafio. O segundo golo do Porto surge depois de uma jogada brilhante entre Mangala e Jackson, seguido posteriormente do terceiro conseguido de forma soberba por Lucho depois de um passe rasgado de Alex Sandro. Com o marcador a registar o 3-0 repôs-se a verdade na liga: Jackson melhor marcador, e o Porto líder do campeonato. Tivesse a verdade efeitos retroactivos e os jornais do último mês teriam que imprimir erratas para corrigir as parangonas de "líder isolado"...


Rematado a:

rematado por António Simões às 22:22 | link do bitaite | bitaitar | ver bitaites (2) | favorito

Domingo, 20 de Janeiro de 2013

A fechar a primeira volta, nada melhor que uma vitória em casa para garantir os 100% de sucesso caseiro. O Futebol Clube do Porto assumiu o jogo desde o início e foi a única equipa a criar perigo, sem que os lances nesse sentido sejam em quantidade abundante. Um jogo seguro, com alguns lances de qualidade, faltou talvez a magia do nosso melhor criativo, James Rodriguez. Se o primeiro golo deixa a dúvida da verdadeira intenção de Alex Sandro, o segundo, com a estreia de Izmailov a marcar logo ao segundo jogo, é o culminar de uma jogada de mestre da equipa azul e branca. Pelo meio ainda deu para Fernando tentar um lance ao melhor estilo Messi. Nota final negativa para o relvado: o Estádio do Dragão, os adeptos e a nossa equipa merecem melhor tapete.


Rematado a:

rematado por António Simões às 10:41 | link do bitaite | bitaitar | ver bitaites (2) | favorito

O Barcelona praticamente começou o jogo como os costuma acabar, ou seja ganhando. Messi marcou pela 10 vez consecutiva em jogos a contar para o campeonato, e de seguida Pedro parecia sentenciar o desafio. No entanto, porque a beleza do futebol passa pelas surpresas e pela possibilidade de por vezes davides derrotarem golias, o Real Sociedad não baixou os braços e ainda reduziu antes do intervalo para 1-2. Na segunda parte Pique, bem expulso, foi a chave do resto do desafio. O Barcelona surpreendentemente descoordenou, fez imensos passes errados e não criou oportunidades, sendo a equipa da casa a única a criar perigo, vindo isso mesmo a confirmar-se com o golo do empate. No final, se a sequência de vitórias estava praticamente interrompida, a surpresa foi total e o 3-2 um resultado justo, que premiou a única equipa desta temporada que até ao momento fez frente a este conjunto de Magos da bola. Afinal são humanos, e como tal erram.


Rematado a:

rematado por António Simões às 10:33 | link do bitaite | bitaitar | ver bitaites (2) | favorito

Quinta-feira, 17 de Janeiro de 2013

O Barcelona foi ontem surpreendido por duas vezes, uma no início do jogo, e outra no final. A perder por 0-1, o suspeito do costume tem um arrombo de fúria e parte com a bola controlada, passa por um, dois, e ao terceiro jogador parece na iminência de perder a bola, mas com garra e mestria consegue reaver o esférico e em frente ao guarda-redes faz aquilo que melhor sabe, marcar. Passado 1 minuto, a reviravolta no marcador estava garantida, e o jogo parecia ter um só dono. Efectivamente, os 70% de posse de bola nos 90 minutos confirmam isso. No entanto, e porque a magia do futebol espreita sempre de uma equina qualquer, o Málaga voltou a surpreender e conseguiu um empate que permite um jogo de volta da Copa del Rey deveras interessante.


Rematado a:

rematado por António Simões às 14:40 | link do bitaite | bitaitar | ver bitaites (2) | favorito

Segunda-feira, 14 de Janeiro de 2013

Durante os primeiros 30 minutos de jogo, alguém mais distraído poderia pensar que estava perante um desafio de futebol de um campeonato ao nível de La Liga ou da Primier Leaque. Futebol rápido com contra-ataques de parte a parte, polvilhado com golos, fizeram as delícias do adepto do futebol. O resto do jogo foi um disputa constante a meio campo. O adepto do futebol agradece. O adepto Portista, efectuando uma análise clara, a frio e isenta do desafio chega à conclusão de sempre: F.C. Porto entrou em campo na casa do adversário com a iniciativa de jogo, com pressão alta impedindo o Benfica de fazer circular a bola, tornando-se assim na equipa que esteve em campo que mais fez por ganhar, como disso foi exemplo os dois momentos em que esteve à frente do marcador. Poder-se-á considerar que o empate é o resultado justo, contudohavendo um vencedor, O F.C. Porto seria o único merecedor. 3 foras de jogo mal anulados, depois de lances de desmarcação geniais, e duas expulsões por assinalar, impediram que o F.C. Porto fizesse mais uma vez a festa, no salão habitual.


Rematado a:

rematado por António Simões às 09:11 | link do bitaite | bitaitar | ver bitaites (2) | favorito

terapia de reflexão para mentes livres e com paciência de ler, escrever e comentar sobre futebol.
mais sobre mim
Setembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


remates recentes

Pantera Negra

V. Setúbal 1 - F.C. Porto...

Supertaça 2013

arquivos

Setembro 2013

Agosto 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Rematado a

temporada 2012/2013(54)

momentos míticos(2)

porto(2)

destaque(1)

eusébio(1)

liga zon sagres(1)

número 1(1)

supertaça(1)

todas as tags

favoritos

recordando 2016 - Eternid...

eu votaria Não

links
blogs SAPO
subscrever feeds