Quarta-feira, 27 de Fevereiro de 2013

Segundo Domingos, antigo avançado portista e actual treinador frequentador do Centro de Emprego de Leça da Palmeira, a última aquisição de inverno do plantel azul e branco, o russo Marat Izmailov, durante a sua estadia na Academia de Alcochete no estádio Alvalade XXI terá recorrido a uma prática tipicamente portuguesa e mundialmente conhecida como "ronha". Paciência fundamenta a sua opinião no facto do jogador Russo ter, de um momento para o outro, um ritmo e cadência de jogo como há muito não se via nesse atleta, pelo que concluiu que o seu antigo sobordinado não se terá aplicado a pleno das suas capacidades. Pelo meu lado só posso concluir outra coisa. Domingos Paciência, fruto dos anos que leva alheado da sua casa mãe, terá porventura esquecido a cultura de disciplina e rigor que é lei para as bandas do Dragão e no Olival. Jogador ou treinador, estando ao serviço do Futebol Clube do Porto o destino é o mesmo - vencer.



rematado por António Simões às 16:43 | link do bitaite | bitaitar | ver bitaites (2) | favorito

Terça-feira, 26 de Fevereiro de 2013

O jogo apresentava-se favorável ao Barcelona, que trazia um empate a uma bola do jogo de ida. Para o Real Madrid, com o título de campeão em queda iminente, esta eliminatória afigurava-se como uma verdadeira final. Um desafio vivo, mas muito morno em termos de futebol. De parte a parte as oportunidades de golo foram escassas. O Real tem mérito na vitória, mas para o efeito contribuiu em grande parte um Barcelona que tem vindo paulatinamente a decair, como foram exemplos os jogos contra o Sevilha e A.C. Milan. Xavi, o cérebro da equipa, não esteve presente e o futebol de primeiro toque não surgiu, e abundaram os passes à queima que muita vezes saíram errados e directamente para os pés dos merengues. O carrossel de troca de bola foi substituído por lances individuais, onde variadas vezes se verificou que o jogador com a bola não tinha onde a passar ou colocar. De Messi nem um vislumbre e o único que foi minimamente igual a si próprio foi Andres Iniesta. Tenho pena mas ao ver este Barça lembrei-me de um livro que se intitula "A queda dos gigantes"...


Rematado a:

rematado por António Simões às 22:26 | link do bitaite | bitaitar | ver bitaites (2) | favorito

Domingo, 24 de Fevereiro de 2013

Tal como disse o treinador no final do encontro, o maior desafio do Futebol Clube do Porto não era passar pela barreira defensiva que seria montada no meio campo adversário, mas sim superar o desafio psicológico de descer à terra depois de um jogo de Champions verdadeiramente memorável. O Rio Ave aumentou esse dificuldade ao colocar-se a vencer com um fantástico golo do último responsável por uma derrota no Dragão, já lá vão uns quantos anos. Nesse altura surgiu o protagonista do encontro, que para além de lançar e recolher os foguetes da festa pelo meio esqueceu-se de colocar pólvora num deles. Se o primeiro penalti marcado à palerma, perdão, panenka não resultou, o segundo impulsionado pela equipa e pelo público conseguiu espantar fantasmas desnecessários e levar a equipa com o empate para o intervalo. Na segunda parte ouve mais Porto, e Jackson fez as pazes com os adeptos depois de uma recepção de bola fantástica a passe de James, culminando com um remate frouxo mas desviado do guarda-redes. Nota final para Quiñones, que cumpriu defensivamente tendo com o desenrolar do jogo melhorado as incursões ofensivas. Não faz obviamente esquecer Alex Sandro, mas é sem dúvida um substituto que transmite segurança.


Rematado a:

rematado por António Simões às 12:38 | link do bitaite | bitaitar | favorito

Quarta-feira, 20 de Fevereiro de 2013

Os rossoneri fizeram um jogo do ponto de vista defensivo impecável e imaculado, fechando todas as linhas de passe para transições ofensivas do Barcelona? Correcto. O Barcelona teve a posse de bola sem criar uma única oportunidade de golo em todo o desafio, e Lionel Messi fez um dos jogos mais apagados do que há memória? Correcto. A equipa da casa consegue adiantar-se no marcador com um golo que deixa algumas dúvidas pela mão na bola que precede o remate de Boateng? Ficam dúvidas quanto à legalidade. O A.C. Milan merece a vitória? Sem dúvida alguma. Pagaria para ver um jogo sabendo previamente que uma das equipas iria colocar durante os 90 minutos de jogo os seus 11 jogadores no seu meio campo defensivo, sendo que 8 deles poucas vezes saíram da zona da sua grande área? Sem dúvida alguma que não. Se o futebol segue este modelo sempre que se chega a fases a eliminar, o melhor então é a Liga dos Campeões passar a ser isso, mesmo... uma Liga.


Rematado a:

rematado por António Simões às 22:22 | link do bitaite | bitaitar | favorito

Terça-feira, 19 de Fevereiro de 2013

Para os mais distraídos, o Málaga é o actual 4º classificado do muito provavelmente melhor campeonato do mundo, e vencedor do seu grupo da champions atirando para o segundo posto o AC Milan. Os boquerones não se distraíram e apresentaram-se com todo os respeito que o Futebol Clube do Porto impõe, actual líder do campeonato português, e vencedor por duas vezes desta competição. Falar em termos individuais pecaria por defeito pois, desde o onze inicial até aos jogadores que entraram em substituição, todos foram imensos. O Porto dominou em todas as linhas do campo, com o futebol de posse de bola a aguardar sempre a melhor altura para atacar, e com rápidas recuperações sempre que ficava sem a bola. Faltou talvez o segundo golo, de forma a premiar uma exibição de campeões. Tal como alguém disse uma vez "mais três pontos oferecidos ao futebol português pelo alvo a abater". No entanto, este clube não se abate, mesmo com a razia que anualmente se vê obrigado a fazer, fruto do acosso sequioso dos grandes tubarões europeus. Todos os anos aparece forte e ao mais alto nível europeu, como neste jogo demonstrou.


Rematado a:

rematado por António Simões às 21:44 | link do bitaite | bitaitar | ver bitaites (2) | favorito

Domingo, 17 de Fevereiro de 2013

Com o jogo da Champions na mira, o Barcelona apresentou-se com uma equipa inicial sem os dois pilares que sustentam e municiam a artilharia pesada de Lionel Messi. Com Xavi na bancada, e Iniesta no banco, cabia a uns não menos talentosos Thiago e Fabregas a missão de acompanhar o Argentino. Foi a equipa da casa que se adiantou no marcador, mérito atribuído a um irrequieto Ighalo que proporcionou os maiores lances de perigo do Granada. Os de fora, beliscavam o jogo de futebol apoiado que os caracteriza, onde se verifica que o oleamento da máquina destes substitutos ainda necessita de alguns ajustes. Desse modo coube a missão da reviravolta a Messi. Com mais dois na sua conta pessoal, 36 no que vai de temporada e mais de 300 ao serviço dos culés, Messi garantiu os 3 pontos. Nota final para alguns lances protagonizados por Alexis e Tello, na primeira e segunda parte respectivamente, onde ambos os jogadores preferiram a iniciativa individual preterindo o passe a um colega melhor colocado. Se esse erro é suficiente para a nota negativa, tendo em conta que o colega era Lionel Messi o caso passa a blasfémia. Futebolisticamente falando, claro está!


Rematado a:

rematado por António Simões às 09:39 | link do bitaite | bitaitar | favorito

Com o jogo de sexta feira, o Futebol Clube do Porto não só regressou às vitórias, como voltou a praticar um pouco do futebol de qualidade, tal como nos habituou em desafios mais recentes. Com muita serenidade, o futebol apoiado e pensado soube esperar pelo momento certo, que surgiu depois de um bom remate do regressado da CAN. Atsu fez o primeiro golo. A equipa adversária não viu a baliza portista durante os 90 minutos de golo, e a vantagem azul e branca foi carimbada com um golo de mestre de Jackson Martinez, que sentou o defesa contrário antes de rematar com suavidade mas muito colocado ao segundo poste. O jogo foi apenas manchado pela decisão do árbitro em mostrar dois cartões amarelos a Mangala, sendo que isso deu como brinde o vermelho e consequente expulsão. Em ambos os lances, a decisão é facilmente contestada. Pergunta-se se perante a qualidade de jogo que o Francês tem vindo a desenvolver, se tornou num alvo a abater por parte de possíveis adversários...


Rematado a:

rematado por António Simões às 09:30 | link do bitaite | bitaitar | ver bitaites (2) | favorito

Segunda-feira, 11 de Fevereiro de 2013

O jogo começava apimentado pelos 2 pontos perdidos pelo clube da luz na ilha da madeira. No entanto, uma perda de bola de Alex Sandro na grande área adversária deu início a um contra-ataque que foi muito bem finalizado por Targino. O clima inicial de festa na perspectiva da liderança isolada foi assim abalado, mas acabou mesmo por cair com a dificuldade que a equipa encontrou em criar situações, e naquelas em que foi possível derrubar a muralha ofensiva do Olhanense, a finalização foi muito fraca. Defensivamente a equipa esteve trôpega, e foram alguns os lances de desentendimento entre o meio campo e a linha mais recuada. O futebol que o Porto tinha vindo a fazer nos últimos encontros não chegou a aparecer, pese a enorme posse de bola com que finalizou o encontro na casa dos 80%! O empate tem um sabor amargo, e foi um autêntico balde de água fria nas aspirações Portistas.


Rematado a:

rematado por António Simões às 09:32 | link do bitaite | bitaitar | ver bitaites (2) | favorito

Terça-feira, 5 de Fevereiro de 2013

Ontem, durante a chegada dos convocados para o desafio contra o Equador Cristiano Ronaldo foi recebido aos gritos desvairados de um adepto que clamava por "Messi, Messi, Messi". Ciente de que não se referiam a ele, Cristiano passou ao lado, e alegremente distribuiu autógrafos a quem o solicitou. Na entrevista com os jornalistas, quando questionado sobre o incidente, ficou devidamente indignado por o estarem a questionar sobre isso no lugar de perguntas mais importantes como por exemplo o facto de se ter prestado a apresentar-se aos serviços de Paulo Bento. Na verdade, o craque português até se deveria considerar lisonjeado com o incidente, pois não é todos os dias que o confundem com o melhor jogador do mundo, e muito possivelmente de todos os tempos.



rematado por António Simões às 09:25 | link do bitaite | bitaitar | ver bitaites (2) | favorito

Segunda-feira, 4 de Fevereiro de 2013

Ao contrário dos recentes encontros com o Real Madrid, o Valência de ontem apresentou-se com uma vontade tremenda de parar a máquina ofensiva do Barcelona. E conseguiu! Grande jogo de Ricardo Costa, que por várias vezes fez a vida complicada a Lionel Messi. Os da casa adiantaram-se justamente no marcador, mas o suspeito do costume, de penalti, impediu que o resultado final terminasse com uma merecida vitória valenciana. Apesar da orquestra blaugrana não contar, pelos motivos infelizmente conhecidos, do seu Maestro principal, não se pode tirar o mérito ao jogo que o Valência desenvolveu. No entanto, Roura deixa um pouco a desejar quando tem medo de efectuar alterações, tendo feito a última, com a entrada de Thiago para o lugar de Xavi, a 1 minuto dos 90.


Rematado a:

rematado por António Simões às 14:41 | link do bitaite | bitaitar | ver bitaites (2) | favorito

terapia de reflexão para mentes livres e com paciência de ler, escrever e comentar sobre futebol.
mais sobre mim
Setembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


remates recentes

Pantera Negra

V. Setúbal 1 - F.C. Porto...

Supertaça 2013

arquivos

Setembro 2013

Agosto 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Rematado a

temporada 2012/2013(54)

momentos míticos(2)

porto(2)

destaque(1)

eusébio(1)

liga zon sagres(1)

número 1(1)

supertaça(1)

todas as tags

favoritos

recordando 2016 - Eternid...

eu votaria Não

links
blogs SAPO
subscrever feeds