Terça-feira, 30 de Abril de 2013

O Real Madrid iniciou o jogo com o mantra dos trabalhos de Hércules no formato de conseguir 3 golos sem resposta. Os primeiros 30 minutos apresentaram uma equipa demolidora, com enorme vontade de marcar, tendo oportunidades para o efeito, que no entanto não terminaram em golo quer por mea culpa, quer por culpa de uma equipa alemã friamente certa na altura de defender e calmamente segura na altura de ter a posse de bola e apresentar-se no meio campo adversário, demonstrando que não estava na capital de Espanha para estacionar o autocarro. Essa tendência acentuou-se terminados os primeiros 30 minutos de ímpeto merengue. De facto, até aos golos tardios do Real Madrid foi o a equipa de Dortmund que teve a hipótese de acabar com qualquer dúvida em relação ao desfecho da eliminatória. Nos minutos finais, os golos do Real serviram acima de tudo para mostrar que no futebol a bola é redonda, e os impossíveis não existem. O craque português esteve apagado, tendo tido oportunidade para marcar, mas nem toda a sua categoria podem vir ao de cima quando o corpo não está nas melhores condições, e a lesão não se vê mas está lá. O Borussia de Dortmund marca presença numa final da mais importante competição de clubes mundial, 16 anos depois de ter vencido com uma equipa onde se encontrava o português Paulo Sousa.



rematado por António Simões às 22:10 | link do bitaite | bitaitar | favorito

Sábado, 27 de Abril de 2013

Uma equipa que termina a primeira parte do jogo com 82% de posse de bola, sem cobrar factura em golos por isso, com alguns lances de perigo que não chegaram a ser verdadeiras oportunidades de golo, necessariamente terá que se questionar o que está a falhar. A bola circula, não se perde, a eficácia de passe é boa, mas quando chega a altura de criar os desequilíbrios falha o toque de mestre. Neste campo, mais uma vez se insiste no papel de James. Apesar de um ou outro lance mais bem conseguido, no geral esteve bastante apagado até ao momento do primeiro golo. Nessa altura soube procurar o espaço vazio, desmarcou-se para receber um belo passe diagonal, levantou a cabeça para verificar a movimentação de Lucho e, qual Quaresma, fez o passe de trivela para El Capitan encostar para o fundo da rede. Este lance mostra o seu génio, e espera-se que ocorra mais vezes. Defour entrou para marcar o segundo. O facto do Vitória não ter pisado o meio campo adversário não pode justificar por si só a dificuldade que o Porto teve em ganhar o jogo. Trabalhos de casa feitos, vamos ver que ventos nos trazem a brisa do atlântico.



rematado por António Simões às 23:15 | link do bitaite | bitaitar | ver bitaites (2) | favorito

Quarta-feira, 24 de Abril de 2013

Estas meias finais, finalizados que estão os dois jogos, parecem dois quadrados com desenhos quase iguais cabendo ao espectador descobrir as diferenças. O jogo de hoje foi diferente do jogo de ontem em dois aspectos, e igual no resto. Igual na vontade dos germânicos de vencer e dos espanhóis a meio gás. Igual na ausência das duas estrelas das formações da península. Igual na superioridade a todos os níveis avassaladora com que a equipa da casa cilindrou a equipa visitante. Diferente nos erros de arbitragem que premiaram o derrotado, ao contrário de ontem que ajudaram o vencedor. Diferente no resultado final que permitiu o golo solitário de Real Madrid, conseguido depois de um erro do árbitro e do único erro defensivo do Dortmund. No conjunto pode-se resumir esta eliminatória em Alemanha 8 - Espanha 1. Desde o 1 de Setembro de 1939 que a Europa não assistia a tamanha barragem de fogo da artilharia teutónica. A Blitzkrieg deu resultado e Wembley está mais perto.



rematado por António Simões às 23:28 | link do bitaite | bitaitar | ver bitaites (4) | favorito

Terça-feira, 23 de Abril de 2013

O resultado espelha claramente o que se passou em campo. A uma equipa claramente em baixa condição física, onde a sua estrela máxima é o paciente principal, junte-se um Bayern de Munich ao melhor estilo TGV, e temos uma boa explicação para a goleada de hoje que faz com que uma das duas reservas para a final já tenha um nome preenchido. Os alemães já tinham dado provas este ano tanto a nível interno, onde são campeões a mais de um mês do fim do campeonato, como a nível externo, recorde-se a eliminação sem piedade do futuro campeão Italiano. Contudo, tal como refiro, o resultado espelha o que se passou em campo não só pela qualidade bávara, mas também pela falta de qualidade da equipa de arbitragem. 3! Repito, 3!? golos com a mácula de erro. Se o fora de jogo no segundo golo pode deixar dúvidas, as faltas que precedem o primeiro e terceiro golos são demasiado graves tendo em conta que estamos a falar das meias finais da mais importante competição de clubes do mundo. O Bayern de Munich fica com a vitória ensombrada, e o Barcelona pelo que já fez pelo futebol, e pelo que ainda vai fazer, não merecia ser eliminado desta forma. Noite triste para o futebol europeu, e feliz para certas e determinadas pessoas que pior do que um menino chorão tem vindo a apregoar o favoritismo arbitral em torno da equipa da cidade condal.



rematado por António Simões às 21:36 | link do bitaite | bitaitar | ver bitaites (3) | favorito

Domingo, 21 de Abril de 2013

Com o derbi da capital em vista, o F.C. Porto cumpriu a sua obrigação de colocar pressão ao adversário. A vitória teve o guião do costume, ou seja, Porto senhor do jogo com muita posse de bola e circulação da mesma entre todos os seus sectores, ao que desta vez se acrescentaram as necessárias oportunidades de golo. Contudo seria de salutar pedir ao treinador que trocasse a ordem da história, pois se a entrada forte e goleadora do segundo tempo tivesse sido logo no apito inicial, teriam sido evitados calafrios desnecessários como os que a equipa da casa produziu no primeiro tempo. Nessa altura, bem como mais tarde, Helton disse presente em algumas ocasiões impedindo golos adversários quase certos. Destaque para o regresso com dois golos do goleador Jackson, e para o golo de Fernando que vem a coroar um jogador que tem vindo a fazer desafios de alto nível e rendimento. Ontem os verde e brancos eram adversários, hoje são amigos de longa data...



rematado por António Simões às 09:57 | link do bitaite | bitaitar | ver bitaites (2) | favorito

Sábado, 13 de Abril de 2013

O jogo entre o F.C. Porto e o S.C. Braga ficou decidido por um penalti convertido por Alan, no final da primeira parte. Diga-se que até esse momento apesar da posse de bola e domínio do jogo por parte do Porto, foi o Braga que teve as únicas oportunidades de golo. Diga-se também que do ponto de vista de expulsão, Abdoulaye não poderia ter acabado o jogo pois se não tivesse sido pelo lance do penalti, já poderia ter sido antes depois de uma entrada duríssima a Mossoró. No entanto, diga-se que o penalti que ditou o resultado é no mínimo discutível e no máximo inexistente, pois o pé do defesa portista já está bem apoiado no chão muito antes de chegar a perna de Mossoró, que procurou sabiamente o contacto para depois o árbitro se deixar levar no teatro. A segunda parte trouxe um Porto lutador, mas que não passou disso mesmo, sem contar com verdadeiras oportunidades para golo. Oportunidades que o Braga teve de sobra, desperdiçando algumas de forma incrível que poderiam levar o resultado para números de vergonha. O jogo foi vibrante, e o Braga tendo eliminado o Benfica, e agora derrotado o Porto é o justo vencedor desta competição. Quanto ao Porto, ainda não é tempo de limpar as armas porque a guerra não terminou. No jogo de hoje destaque para Fernando, que mantém um nível exibicional soberbo, e para Fabiano, que fez grandes defesas e deu, literalmente, o corpo ao manifesto.



rematado por António Simões às 22:11 | link do bitaite | bitaitar | ver bitaites (4) | favorito

Quarta-feira, 10 de Abril de 2013

No final desta ronda corfirmaram-se os prognósticos de passagem, e as meias finais serão disputas apenas por equipas alemãs e espanholas. Contudo, apenas o Bayern de Munique passou pelos quartos de final em velocidade de cruzeiro, derrubando com dois golos em cada mão a toda poderosa Juventos. As restantes equipas tiveram mais dificuldades em eliminar os seus adversários com o Real Madrid a passar por um pequeno susto, o Barcelona por um valente susto, e no caso do Dortmund o susto foi tal que quase o deixa ko.

 

Do jogo que hoje vi, entre o Barcelona e o P.S.G. destaco dois aspectos:

- no conjunto das duas mãos o Barcelona foi ligeiramente superior, tendo sido dominado no seu próprio estádio, num jogo onde o investimento financeiro do início da temporada no P.S.G. se fez sentir, disse presente e amedrontou a segunda melhor equipa do mundo (esta época já tinham jogado por duas vezes com a melhor...). Tiveram menos bola, mas mais oportunidades de golo, e ao contrário de outras equipas como o Real Madrid, o Milan ou o Chelsea da época passada, o P.S.G. apresentou-se com futebol de ataque e nunca recorreu à táctica do autocarro. O futebol agradeceu e assistiu-se a um belíssimo espectáculo digno da Liga dos Campeões.

- por motivo de não estar recuperado a 100%, Lionel Messi começou o jogo no banco. Deveria ser inconstitucional ambas as situações. Ao entrar em campo a equipa parece ter sido injectada com uma dose extra de talento e vontade de vencer. Precisou de poucos minutos para fazer a diferença, pegar na bola, fintar adversários, fazer um passe fenomenal desmarcando Villa que soube estar à altura e deixar a bola para Pedro impedir o sacrilégio de deixar esta equipa de fora da competição. Durante o resto do jogo foram notórias as dificuldades que o astro argentino sentiu para continuar a jogar. Diz-se que Deus escreve direito por linhas tortas. Futebolisticamente falando Messi joga direito mesmo estando torto...



rematado por António Simões às 22:56 | link do bitaite | bitaitar | ver bitaites (2) | favorito

Terça-feira, 9 de Abril de 2013

Metade do que tinha previsto já está cumprido, e para as meias finais seguem as primeiras duas equipas para o sorteio entre alemães e espanhóis. Contudo, a forma como ocorreu foi totalmente surpreendente:

 

Não vi o jogo entre o Galatasaray e o Real Madrid, porque dobrar um resultado desfavorável de 3-0 em case me parecia uma tarefa demasiado hercúlea. Pelo resumo que vi prova-se que a equipa turca pertence à elite do futebol internacional. Nesse mesmo resumo confirmo que Cristiano Ronaldo é o abono de família do Real Madrid, e pelo que já fez pela sua equipa já deve ter direito a estátua em frente ao Santiago Bernabeu. Pelos seus festejos do segundo golo, filmados em grande plano onde se verifica que grita a plenos pulmões "pró-c***lho" e "fo**-se" confirmo que a dimensão do seu futebol é directamente proporcional ao seu baixo nível. É pena que uma pessoa com este mediatismo não saiba o lugar que ocupa, pois para muitas crianças é um verdadeiro ídolo, e elas imitam tudo...

 

Já o jogo do verdugo do FC Porto foi o que escolhi para ver, tendo em conta que ainda estava tudo em aberto, com o Dortmund a assumir o favoristismo ao jogar em casa. O Málaga esteve a maior parte do tempo de jogo com os dois pés nas meias finais, onde poderia levar o seu estatuto de equipa revelação da prova ainda mais longe. Mas o futebol tem varios aspectos pelo qual é mágico, e a reviravolta dos germânicos nos minutos finais ficará para a história. Qualquer uma das equipas poderia ter passado, e pensando que o meu Porto poderia estar na disputa ainda me deixa mais mágoa da eliminação.



rematado por António Simões às 22:02 | link do bitaite | bitaitar | favorito

Segunda-feira, 8 de Abril de 2013

Tendo em conta o adversário o jogo já seria difícil à partida, e apimentando-se com o resultado de ontem a pressão de vencer era ainda maior. Foram os arsenalistas de Braga que provocaram o primeiro susto, depois de um erro de Otamendi, e marcaram o primeiro golo do jogo, depois de uma brilhante tabelinha finalizada soberbamente por um antigo funcionário da casa, Alan. O Porto demorou, mas repôs a igualdade ainda antes do intervalo com o outro grande golo da noite, conseguido por James. Na segunda parte o Porto foi ainda mais superior em campo, por mais que não seja pela posse de bola a superar os 70%. No entanto, quando se esperava um James inspirado depois do golo, confirmou-se afinal que a falta de imaginação ainda não encontrou remédio. Desse modo, e numa altura do jogo em que a vitória parecia não querer aparecer, Vítor Pereira retira El Comandante e coloca o jovem Kelvin. Que atire a primeira pedra o portista que não disse mal da substituição, colocando em campo um jovem com pouca experiência, sem rotina de jogo, quando no banco tinha o levezinho, contratado para ser pago a peso de golo. Kelvin calou tudo e todos com os dois golos, e foi o verdadeiro coelho tirado da cartola do treinador. Estamos na luta, e para a semana no derby lisboeta obviamente que se espera da equipa de Alvalade a vitória, ou pelo menos que pontue. Se for preciso, até se poderá pensar num empréstimo por um jogo da maça podre que não quiseram e que nós soubemos sabiamente aproveitar...



rematado por António Simões às 23:27 | link do bitaite | bitaitar | ver bitaites (2) | favorito

Sábado, 6 de Abril de 2013

Jogo entre primeiro classificado com a vitória final quase garantida e um dos últimos da tabela, que ainda procura desesperadamente os pontos necessários para combater a descida de divisão. No onze inicial do Barcelona não constavam nomes como Valdez, Macherano, Alba, Xavi, Pedro e Messi, no entanto os substitutos provaram que a máquina culé está profundamente oleada e bem afinada, tal como o resultado final o comprova. No entanto a verdadeira notícia não passa pelas ausências registadas, mas sim pelas presenças de dois regressos a Camp Nou - Tito e Abidail. Tanto o treinador como o defesa regressam ao terreno de jogo, ao mais alto nível profissional, depois de recuperarem em ambos os casos da segunda batalha contra uma doença comum. O mediatismo do desporto que praticam, permite que estes dois exemplos de sucesso sejam um dos porta-estandartes da esperança, que serve de motor do entusiasmo para superar as agruras de outros, que tal como eles tiveram a infelicidade a bater à porta. O mundo agradece.


Rematado a:

rematado por António Simões às 22:53 | link do bitaite | bitaitar | favorito

terapia de reflexão para mentes livres e com paciência de ler, escrever e comentar sobre futebol.
mais sobre mim
Setembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


remates recentes

Pantera Negra

V. Setúbal 1 - F.C. Porto...

Supertaça 2013

arquivos

Setembro 2013

Agosto 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Rematado a

temporada 2012/2013(54)

momentos míticos(2)

porto(2)

destaque(1)

eusébio(1)

liga zon sagres(1)

número 1(1)

supertaça(1)

todas as tags

favoritos

recordando 2016 - Eternid...

eu votaria Não

links
blogs SAPO
subscrever feeds